POSSE DA AJUFERJES REÚNE FUX E CERCA DE 100 MAGISTRADOS NO RIO*

Juiz federal há 15 anos, Fabrício Fernandes de Castro tomou posse, nesta sexta-feira (17), como presidente da Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito Santo (AJUFERJES), entidade que congrega mais de 250 associados. Presidente na gestão 2009-2010, Castro sucede o juiz Wilson José Witzel para o biênio 2017-2018. A presidente da AMAERJ, Renata Gil, prestigiou a cerimônia, que reuniu cerca de 100 magistrados no Clube Naval. O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux pediu que todos ‘lutem contra o amesquinhamento da magistratura’.

“A magistratura é o maior apostolado que o homem pode se dedicar. Sempre tenho procurado, em todas as esferas do Judiciário a qual pertenci, lutar pelas prerrogativas da magistratura. Um Estado Democrático de Direito sem uma magistratura forte é um estado onde não há paz, segurança e ordem. Convido a todos para que continuemos nessa luta contra o amesquinhamento da magistratura e contra essa violência social maior que é a corrupção”, disse Fux.

O ministro também destacou como fundamental a nova Loman (Lei Orgânica da Magistratura). “Passamos por alguns momentos muito difíceis, mas procuramos amenizar. Comunico uma notícia alvissareira: brevemente teremos uma Loman que consagrará tudo a que nós fazemos jus diante da importância do papel do Judiciário no Estado Democrático de Direito. Há momentos em que, na magistratura, vemos um certo desânimo de fazermos justiça e verificarmos tanta injustiça contra a nossa própria instituição. Mas nesses momentos de desventura o juiz tem que ter em mente a visão poética de que ‘a vida é luta renhida, viver é lutar, a vida é combate, que os fracos abate, que os bravos, só pode exaltar’”, disse, citando a Canção do Tamoio, de Gonçalves Dias.

O novo presidente da AJUFERJES defendeu a união dos magistrados para enfrentar o atual momento político. “Unidos, vocês me dão a esperança de que, por maiores que sejam os obstáculos, será possível continuar conduzindo a Ajuferjes a patamar ainda mais elevado na história da Justiça Federal brasileira.”

Castro afirmou que a AJUFERJES atua fortalecida, desde a fundação (2006), para atingir os objetivos de desenvolvimento da Justiça Federal da 2ª Região. “Nosso trabalho também é de proporcionar avanços na qualidade dos serviços judiciais. A mais importante de nossas conquistas foi a instalação das turmas recursais, projeto que trabalhamos com a Ajufe, entre 2010 e 2012, permitindo um salto sem precedentes na eficiência e celeridade na prestação jurisdicional”, afirmou.

Também estiveram presentes os desembargadores Murta Ribeiro (ex-presidente do TJ-RJ) e Mauro Martins (13ª Câmara Cível), o juiz Richard Fairclough (Defesa de Prerrogativas e Direitos dos Magistrados da AMAERJ), Luciano Mattos (presidente da AMPERJ), Cléa Couto (presidente da AMATRA-1) e Fernando Macdowell (vice-prefeito do Rio).

No evento, também foi entregue a Medalha Luiz Eduardo Pimenta Pereira para o ministro Luiz Fux, o desembargador federal Paulo Barata, o juiz federal Gabriel Wedy e os advogados Bruno Calfat, Gustavo Schmidt, José Carlos Tórtima e Fernanda Tórtima.

*Do site da AMAERJ

http://amaerj.org.br/noticias/posse-da-ajuferjes-reune-ministro-fux-e-cerca-de-100-magistrados-no-rio/